a sua versão

Quantas versões tem aquela sua história? Aquela que você conta pra quem não te conhece muito. Aquela que você acredita que viveu…

Aquela que você leva pra terapia. Aquela que você tenta contar pro outro. Aquela que você descobre que não foi igual pra ele. Aquela que você acredita que viveu…

Aquela que você queria ter vivivo. Aquela que foi tanto pra você e nada pra alguém. Aquela que deu tudo errado e te levou pra outras tantas, inventadas e reais. Aquela que você acredita que viveu…

Aquela que não teve eco em ninguém. Aquela que você nunca quis contar. Aquela que nem você sabe se foi real. Aquela que você acredita que viveu…

Aquela que foi linda, mas que só você se lembra. Aquela que te faz rir e fechar os olhos. Aquela que você esqueceu. Aquela que você quer, mas não consegue apagar. Aquela que você não quer mais contar. Aquela que você acredita que viveu…

Aquela que te fez mais forte e mais capaz de amar. Aquela que você contava de um jeito e que o tempo — deus das histórias — mudou. Aquela que você acredita que viveu…

Aquela que você ressignificou. Aquela que você ainda tenta transformar. Aquela que te olha no espelho, que escorre na tua lágrima, que te faz inteiramente em pedaços. Aquela que você acredita que viveu…

Aquela que você guarda com afeto e um pouco de dor. É que às vezes as histórias doem. E isso é bonito. Mesmo quando você só acredita que viveu…

25 de julho de 2018

#danielemoraes #textoafetivo #textoafetuoso #palavras #crônica

Posts Relacionados

Ver tudo

Criatividade é um ato de resistência

Todos nós nos perdemos eventualmente. Nos afastamos daquilo que faz nosso coração bater mais forte e, por vezes, esquecemos de quem somos e do que nos move. Diante dos inimagináveis desafios que temos

uma memória feliz

Tem gente que chama de nostalgia. Tem gente que acha que é apego, teimosia, saudosismo. Não sei que nome tem. Só digo que é nesse lugar sem CEP que encontro minha caixa postal de memórias, onde guardo

Uma brasa no meu peito

Antes de mais nada, devo lhe dizer que sou aquele tipo de pessoa que gosta de legumes no churrasco. Não sou vegetariana, ao menos não ainda – embora já tenha informações de que nós, os carnívoros, con