pra ser leve

Leveza é quando as palavras são silêncio. É parecida com liberdade, que a gente não explica, mas sente. Tantas vezes, sente falta. É que o que define esse pulsar de agora é a mais pura intensidade. É o querer beber tudo num gole só. É uma sede do caralho de viver, expressar e ser quem se é, desejando, paradoxal e urgentemente, a leveza. E por tamanha vontade ela escapa, bem de leve.


Algum dia havemos de esbarrar com ela por aí. Provavelmente estará calor, com sol a pino em céu de olhar pra cima. Ela virá sem avisar, invadirá casa, quarto, coisas, alma, desvãos, como só Chico sabe explicar. Sem se afobar. Possuindo e revelando onde se faz leveza inteira: no sorriso.


E se o teu sorriso na infância fosse um farol a te iluminar por dentro?

Posts Relacionados

Ver tudo

Todo fim de ano eu escrevo uma carta de agradecimento pelo que vivi e uma carta com pedidos para o ano que vai chegar. É um jeito que me inspira a reconhecer o caminho percorrido, honrar as escolhas e

Lá se vão 40 anos daquele 18 de maio de 1981. Dia de Sol em Touro. Dia em que eu, solitariamente, nasci. Deixei o lugar estreito, porém conhecido e embalado pelo coração e pelo calor da minha mãe, par

Filha única com quatro irmãos, venho de uma família de certa, podemos dizer, vanguarda. O que hoje é tão banal, os meus, os seus e os nossos, era algo que eu tinha sempre que explicar. O meu pai, o pa