vista

Sorrisos, suspiros. Suspiros, mais sorrisos. Silêncio, coração. Olhos fechados, calma, respiração. Portas abertas, olhos de ver, ouvir e escutar. Uma vida inteira e nova pra viver. Sem medo, sem dor? Com mar, com sol e calor. Com chuva e abrigo. Com fome, com frio. Com alimento pra alma. Amigo-amor e casa. Com brisa, maresia. Areia grudada no corpo, Desejos e umas poucas certezas.

4 de outubro de 2018

#danielemoraes #textoafetivo #textoafetuoso #palavras #crônica

Posts Relacionados

Ver tudo

Todo fim de ano eu escrevo uma carta de agradecimento pelo que vivi e uma carta com pedidos para o ano que vai chegar. É um jeito que me inspira a reconhecer o caminho percorrido, honrar as escolhas e

Lá se vão 40 anos daquele 18 de maio de 1981. Dia de Sol em Touro. Dia em que eu, solitariamente, nasci. Deixei o lugar estreito, porém conhecido e embalado pelo coração e pelo calor da minha mãe, par

Filha única com quatro irmãos, venho de uma família de certa, podemos dizer, vanguarda. O que hoje é tão banal, os meus, os seus e os nossos, era algo que eu tinha sempre que explicar. O meu pai, o pa